Cashomianki caixa registradora

É possível vender uma caixa registradora? Possível, mas apenas quando não está registrado e, geralmente, através da empresa de serviços do fabricante em questão, porque somente eles estão interessados ​​em comprar caixas registradoras usadas. As caixas registradoras populares e usadas podem ser pesquisadas nos tópicos autorizados do fabricante. Também podemos usar a caixa registradora para demolição. E se os mecanismos da caixa registradora estiverem em uma condição muito interessante, é importante vendê-la para sua própria empresa.

Nos regulamentos sobre caixas registradoras, não há regulamentos explícitos específicos que falem do processo do contribuinte com as caixas registradoras no caso de rescisão de sua implementação econômica. Nenhuma das disposições importantes proíbe o contribuinte de vender uma caixa registradora usada, que existe sob sua jurisdição. Essa também é a posição conhecida no jogo individual, registrada em 23 de agosto de 2012 com a dimensão ITPP1 / 443-662 / 12 / KM, na qual o diretor da Câmara de Tributação de Bydgoszcz afirmou que, após retirar as caixas registradoras da meta e cumprir todas as formalidades especificadas por lei, o regulamento das caixas registradoras é o caso do contribuinte. Portanto, não inclui nenhum obstáculo para que a caixa registradora seja fisicamente danificada ou vendida a outra pessoa nessa situação. No entanto, a implementação mostra que ninguém, exceto o fabricante, está interessado em comprar uma caixa registradora usada. Portanto, isso se deve ao fato de a caixa registradora ser um equipamento para fins especiais, enquanto sua construção, funcionamento e a maneira como é usada pelo contribuinte estão escritos muito profundamente nos regulamentos que dizem caixas registradoras. Com base nessas disposições, a venda de caixas registradoras só pode envolver produtores e entidades internas autorizadas que trabalhem na aquisição ou importação intracomunitária de caixas registradoras, que tenham a confirmação do Presidente do Escritório Central de Medidas de que as caixas registradoras fornecidas por eles desempenham as funções descritas no art. Seção 111 6a e os critérios e condições que eles precisam pagar. Portanto, se o contribuinte quiser vender a caixa registradora para outra unidade, seria positivo discutir essa decisão com o serviço apropriado, que avaliará se a caixa registradora atende aos requisitos registrados na resolução do IVA e possivelmente instala um novo módulo fiscal.